Tim Lopes 
Unesco: morte de Tim Lopes atinge a liberdade de expressão


BRASÍLIA - O representante da Unesco no Brasil, Jorge Werthein, divulgou nota nesta segunda-feira lamentando a morte do jornalista Tim Lopes, da Rede Globo. Para a Unesco, o assassinato do jornalista demonstra a necessidade de uma reação da sociedade ao aumento da violência no país. A entidade diz ainda que a morte de Tim Lopes atinge a liberdade de expressão e o jornalismo investigativo.

"O fato, que chocou a todos, atinge em cheio a liberdade de expressão e o jornalismo investigativo. E demonstra ainda que o limite da sensatez foi ultrapassado, tornando necessária uma reação da sociedade em relação ao avanço da violência no país... A Unesco conclama a todos que promovam a união, a firmeza de ações e muito trabalho no combate à violência, para que seja possível a construção de uma cultura de Paz" , diz a nota.

A entidade se solidariza com os familiares do jornalista, pede proteção para os profissionais e Justiça para os autores do crime: "Pedimos que os autores de atos violentos como o praticado contra o jornalista brasileiro sejam levados à Justiça e que os profissionais de comunicação sejam protegidos no exercício de suas funções."

Flávia Filipini, do GloboNews.com

Fechar