Tim Lopes - Filme em sua homenagem

TIM LOPES É HOMENAGEADO

MAIS DE 500 CRIANÇAS PARTICIPARÃO DA GRAVAÇÃO DA ÚLTIMA CENA DO FILME
EM HOMENAGEM AO JORNALISTA 
TIM LOPES

O repórter MIRO LOPES, IRMÃO DE TIM, ESTARÁ EM ERECHIM/RS NO DIA 22 DE MARÇO, DIA DA FILMAGEM, quando fará uma palestra sobre "O poder paralelo e a Imprensa", para estudantes de jornalismo. 

ERECHIM / RS - No início do ano de 2003 começava a ser rodado na cidade de Erechim, estado do Rio Grande do Sul, a 360 Km de Porto Alegre, o filme SONHO DE LIBERDADE, uma produção cinematográfica independente. Captado em película Super-8, produzido por cineastas amadores, o filme procura reproduzir os últimos minutos de vida do jornalista Tim Lopes. A história se baseia em alguns dos fatos reais que antecederam a morte de Tim, como por exemplo, a perseguição dos traficantes e o momento em que foi levado ao local onde acabou morto. O filme mostra um paralelo da violência no Brasil e o momento em que Tim Lopes era massacrado pelos bandidos.  

No próximo dia 22 a equipe estará gravando a última cena do filme, que terá a participação de 500 criancás pedindo paz. 

O irmão do jornalista, Miro Lopes, que reside no Rio de Janeiro, estará em Erechim neste dia, para acompanhar a gravação da última cena do filme.

A equipe de produção tem mantido contato com Miro desde o início das filmagens, e a carta escrita a Tim pelo filho Bruno achando ainda que o pai estava vivo, e lida no Jornal Nacional dias antes de encontrarem o corpo do jornalista, será usada no filme.

O filme não tem interesses comerciais, e parte da equipe viajará no mês de maio até o Rio de Janeiro e entregará pessoalmente uma cópia do filme à família de Tim Lopes e outra cópia à direção de jornalismo da Rede Globo, emissora onde o jornalista trabalhou pela última vez. Posteriormente, com a autorização da família, o filme deverá ser projetado ao público gratuitamente.

A equipe é formada por profissionais de várias áreas, como publicitários, médicos, vendedores, psicólogos entre outros. O filme é dirigido por Osnei de Lima, 28 anos, premiado por duas vezes consecutivas no Festival de Cinema de Gramado ( categoria super ? 8 em 2001 e 2002) e a direção de fotografia é de Beto Hachmann, também premiado . A trilha sonora está sendo produzida por Paulo Casarin, músico erechinense com mais de 40 anos de experiência musical, tendo participado de várias bandas famosas e com várias composições interpretadas por cantores de renome nacional. A equipe de produção e elenco é formada somente por gaúchos, todos de Erechim, sendo que aproximadamente 20 pessoas fazem parte do grupo. A equipe de produtores, diretores e atores, juntamente com algumas pessoas e pequenas empresas locais, que acreditam no trabalho e estão colaborando com pequenas quantias, que variam desde R$ 10,00 e no máximo R$ 300,00, estão bancando o custo do filme, que estava avaliada em torno de R$ 12.000,00, mas que está ultrapassando os R$ 25.000,00, devido ao melhor acabamento que será feito na película. O filme será finalizado em Super-8, com banda sonora e posteriormente telecinado e transferido para outra bitola ou em sistema Beta . A duração que estava prevista para menos de 20 minutos, deverá ultrapassar os 40 minutos, devido aos ajustes de produção e à riqueza
de informação contida nas pesquisas realizadas na pré-produção e que posta em prática na hora de rodar o filme, causou um grande impacto e uma forte necessidade de mostrar a realidade de um país cheio de violência, mas que por detrás de tudo, insere a necessidade de valorizar pessoas como Tim Lopes, que fazia um papel social muito importante. Todo o grupo é amante da arte do cinema, onde começou fazendo por hobby e que atualmente está tomando um rumo profissional. O filme foi todo rodado na cidade de Erechim/RS e arredores, onde estão sendo usados cenários típicos da região, mas que tiveram um toque carioca para dar genuinidade ao trabalho. 

Maiores informações:
OSNEI DE LIMA:
(54) 321-8080 - Residencial
(54) 522-2711- Comercial
(54) 9961-1579 - Celular
E-mail: filmsonhodeliberdade@globo.com



 

Fechar