Tim Lopes - Carta ao presidente

Carta ao Presidente 

Rio de Janeiro, 22 de julho de 2002

 Sr. Presidente da  República

Fernando Henrique Cardoso

           Aqui é uma mãe desesperada que pede ao senhor para não deixar cair no esquecimento o desaparecimento do meu adorado filho, Tim Lopes, jornalista da  Globo que foi barbaramente  torturado e morto pelas mãos dos bandidos traficantes.

          Ele estava trabalhando pelo bem dos pobres que não tem como se defender, Sr. Presidente!

          Ele estava em busca de menos violência e da paz. Temos que dar um basta!

          O nosso Brasil que o senhor governa por 8 anos não pode continuar dominado pelo medo imposto por bandidos. O sofrimento de uma mãe que perde o filho nessas condições em que perdi meu queridíssimo Tim é de uma dor profunda que nem ela   mesmo é capaz de medir.

          O que peço ao Senhor, como autoridade máxima do nosso Brasil é que não deixe sem solução o covarde assassinato do meu filho! Não deixe parar as buscas! Não meça esforços...

          O pedido que eu faço não é apenas a esperança de ver a impunidade ter fim, mas a certeza de que    se o Senhor quiser,o senhor faz!

          Com o respeito de uma mãe desesperada, cumprimento o senhor e a sua família em meu nome e de toda a família de Tim Lopes. 

 

Maria do Carmo Lopes do Nascimento

 

Fechar